Para o Barcelona, renovação do Messi vem em primeiro lugar, Ter Stegen pode esperar

Segundo Jornal Mundo Deportivo: Suarez, Vidal e Rakitic, não devem renovar com o Barcelona.

Publicado por: em 6 de junho de 2020 - 23:15

Ver Perfil

Fechados?

Messi renova, ter Stegen depois

Messi é prioridade no Barcelona. Foto: Reprodução Instagram.

Nenhum jogador do atual elenco do Barcelona tem contrato que vai além de 2024. Por isso, segundo informa o jornal local Mundo Deportivo neste sábado, o clube catalão já montou uma espécie de operação para renovar o acordo de alguns dos seus destaques.

A prioridade da diretoria – adivinhe – é Lionel Messi. O craque da equipe tem vínculo apenas até o final da temporada 2020/2021, e conversas já estão em andamento para que ele prolongue sua permanência no Camp Nou por mais alguns anos.

Na sequência, sempre segundo o diário catalão, está o goleiro Ter Stegen, cujo contrato atual vai até meados de 2022. As negociações também já teriam começado e “não devem se alargar”. Depois, o clube tentaria renovar com o lateral Semedo – desde que, é claro, ele permaneça no elenco (Juventus e Bayern de Munique seriam alguns interessados pelo português).

Em seguida, chegaria a vez de Ansu Fati. O jogador de apenas 17 anos também estaria na mira de outros grandes times do Velho Continente, seduzidos pela multa rescisória de 170 milhões de euros. A ideia do Barça é prolongar o contrato do atacante por mais três temporadas e aumentar o valor para 400 milhões de euros. Ele e Semedo, a exemplo de Ter Stegen, têm contrato até o o fim de junho de 2022.

Mundo Deportivo também especula o futuro de muitos outros jogadores. Luis Suárez tem contrato até o meio do ano que vem e pode sair – ainda que haja uma cláusula automática de renovação caso ele jogue determinado número de partidas. Rakitic e Arturo Vidal tem acordos de mesma duração, e o clube não se oporia às suas saídas. Busquets, por outro lado, deve se aposentar no Barça (vínculo até 2023, com opção de renovação por número de jogos).

Já o brasileiro Arthur, que tem dito que não tem nenhuma intenção de deixar o Camp Nou, tem contrato longo, até junho de 2024 – mesma situação do lateral Emerson, emprestado ao Betis. O vínculo do goleiro Neto termina um ano antes e por enquanto não há intenção de renovar.

Completando a lista de brasileiros, Rafinha e Philippe Coutinho foram emprestados e não devem mais vestir a camisa azul-grená (contratos até 2021 e 2023 respectivamente). Por fim, Matheus Fernandes, cedido ao Valladolid, assinou recentemente até o fim da temporada 2024/2025 e pode ser emprestado de novo para ter mais experiência.

Da redação do Portal de Esportes com informações do YahooEsportes.