Cruzeiro: Patrocinador pode ‘salvar’ o clube e pagar dívida por William Bigode na FIFA

Como no Atlético-MG, o Cruzeiro pode ter um “socorro” de seu principal patrocinador.

Publicado por: em 27 de maio de 2020 - 0:21

Ver Perfil

Socorro

Gol do bigode

Cruzeiro e seus problemas. Supermercado pode dar uma força.

 

Como aconteceu no Atlético-MG, o Cruzeiro pode ter um “socorro” de um do seu principal patrocinador. O Supermercados BH, que pertence ao empresário Pedro Lourenço, disse em entrevista à Rádio Itatiaia que não vai permitir que o Cruzeiro perca mais pontos na Série B do Brasileiro com outra punição da FIFA.

Lourenço pode auxiliar a Raposa em uma urgência do clube, que é quitar R$ 11 milhões com o Zorya, da Ucrânia, pela compra do atacante Willian Bigode, em 2014. O time celeste perdeu o processo na entidade máxima do futebol e tem de quitar o débito até sexta-feira, 29 de maio, para não perder mais seis pontos na Série B.

O Cruzeiro já foi punido pela FIFA com a perda de pontos por não ter pago a dívida com o Al-Wahda, dos Emirados Árabes, no valor de 850 mil euros(R$ 5 milhões) pelo empréstimo do volante Denílson, em 2016.

-Eu acho que todo cruzeirense, que é cruzeirense igual eu, jamais poderemos aceitar a situação do Cruzeiro. O Sérgio Rodrigues, novo presidente, me procurou. Eu tenho ideia de continuar o patrocínio, renovar para o centenário, e não vamos permitir que o Cruzeiro perca mais pontos por esse pagamento-disse Pedro Lourenço, que reforçou sua intenção de ajudar o time celeste.

-Vou fazer um esforço, não podemos deixar. Não vamos perder seis pontos. Vou ajudar e espero que outros cruzeirenses também ajudem. O torcedor do Cruzeiro pode ter certeza que isso não vai acontecer- complementou.

A ajuda do empresário, caso se concretize, será em boa hora, já que o Cruzeiro tentou sem sucesso parcelar a dívida de William com o Zorya. O auxílio de Pedro Lourenço ao time mineiro não é novidade. Recentemente, ele ajudou a comprar o lateral Orejuela junto ao Ajax-HOL, além de ter participado de outras transações em benefício do clube.

Da redação do Portal de Esportes com informações do Yahoo Esportes.