Sport e Retrô não pedem anulação do jogo e resultado deve ser mantido

O Tribunal de Justiça Desportiva de Pernambuco só deve entrar no caso se for provocado pelos envolvidos.

Publicado por: em 6 de fevereiro de 2020 - 17:08

Ver Perfil

Empate

Foto: Marlon Costa

O resultado do jogo antecipado entre Sport e Retrô pela quinta rodada do Pernambucano que terminou com um empate em 1 a 1 deverá ser mantido. Isso porque as equipes não entraram com nenhum pedido de anulação e a procuradoria do Tribunal de Justiça Desportiva de Pernambuco (TJD-PE) indica que só entrará com qualquer denúncia caso seja provocada.

A polêmica do gol marcado por Hernane Brocador no empate em 1 a 1 entre Sport e Retrô, pelo Campeonato Pernambucano, na última terça-feira, deve se restringir às quatro linhas. Apesar do comentarista de arbitragem da Globo, Sálvio Spínola, apontar que houve um erro de direito do juiz José Woshington da Silva ao voltar atrás da decisão de anular o lance quando já havia reiniciado a partida.

“Os clubes envolvidos ou um terceiro, que se sinta prejudicado diretamente, podem apresentar denúncia. Ainda estou avaliando o caso e, neste momento, seria leviano opinar sobre o ocorrido”, disse o procurador do pleno do TJD, Rodrigo Ferreira.

Os presidentes de Retrô e Sport já se posicionaram contra qualquer ação dos clubes para tentar impugnar o resultado. Segundo o gestor do Retrô, Laércio Guerra, não houve má fé da arbitragem na partida. Já o presidente rubro-negro, Milton Bivar, não se opôs a atuar novamente contra o rival, mas ressaltou que o Leão não buscaria a anulação do duelo.