UFC 246: McGregor vs. Cerrone

Numa noite de gala do MMA, Conor Mcgregor fecha com chave de ouro.

Publicado por: em 19 de janeiro de 2020 - 3:40

Ver Perfil

Foto: Equipe UFC

Nesta noite vamos acompanhar todas as lutas do UFC 246, e trazer pra vocês os resultados e fazer uma pequena resenha de todas as lutas:

Preliminares Iniciais

Sabina Mazo X JJ Aldrich

Embora tenha perdido o primeiro Round, Sabina Mazo usou e abusou da sua envergadura superior e ganhou os dois outros rounds do embate, apesar de ser menor, JJ deu muito trabalho a Sabina, com socos precisos e a diminuição da distância em todo o primeiro momento da luta. Desta vez deu Sabina Mazo, a rainha Colombiana.

 

Aleksa Camur X Justin Ledet

Decisão surpreendente dos juízes do UFC, Aleksa Camur sair como vencedor dessa luta, o Ledet bateu bastante teve golpes contundentes, mas a sua movimentação não foi suficiente para bater o americano, que realmente no primeiro round soube encurtar distâncias e na visão dos juízes ganhar os três rounds… Desta vez para o terraplanista Ledet a terra ficou redonda.

 

Drew Dober X Nasrat Haqparast

Nem chegamos a metade do round, pra ser mais exato 1:10s. Dober muito mais preocupado com seu cabelo, passou o carro com um contra golpe e num tempo perfeito conseguiu derrubar o alemão/afegão e fazer o ground and pound, também conhecido como amassa bife, o juiz teve que acabar com a luta dando um nocaute técnico, adiando assim com o sonho do alemão/afegão Nasrat, de entrar no top 15 do UFC. Em entrevista, Drew cabelinho disse que ‘chegou agora, que tem 31 anos e está no melhor de sua forma e vai passar o carro geral’.

 

Tim Elliott X Askar Askarov

Primeiro round impecável do Askarov, A bala, como é conhecido, que por um segundo conseguiu nocautear em pé o Americano Tim Elliott, mas demorou a ir pra cima e o seu oponente conseguiu se recuperar, já Elliott deu um show de quedas no segundo round, com três quedas perfeitas, mas que não foram o suficiente como reação pra impactar no resultado da luta, terceiro round bem disputado mas o “esquisito” Elliott saiu de cara inchada com tanto soco que levou do Russo, que apesar de não ter feito um terceiro round tão brilhante foi o suficiente para vencer a luta por decisão unânime. Tem tudo pra levar o bônus de luta mais disputada da noite.

 

Andre Fili X Sodiq Yussuf 

No primeiro round o americano conseguiu boas quedas no tempo certo, mas Yussuf levanta rápido e garante um grande round, em uma grande luta. Em um segundo round perfeito, Sodiq fez pouco caso do treinamento de Jiujitsu ministrado por Fábio Pateta ao americano Andre Fili que não foi páreo para a enorme força do nigeriano que amassou Fili nessa etapa da luta e por pouco não finalizou com uma Kimura. No fim do embate o nigeriano é tão forte que até os jabs fazem a cabeça do Fili ir para trás, a luta foi boa, trocação forte, tentativas frustradas de queda e a vitória ficou por conta da decisão dos juízes para Sodiq Yussuf.

 

Roxanne Modafferi X Maycee Barber

Com uma diferença de idade absurda (16 anos) Roxanne tem uma vasta experiência no mundo do MMA 38 lutas, enquanto Maycee Barber de 21 anos tem apenas 8 lutas,tendo vencido todas e sendo 5 por nocaute.

Maycee Barber é muito forte corpo compacto e domina o centro do octógono; valendo-se da sua experiência Modafferi consegue encaixar bons golpes e aplicar uma queda  deixando Barber em uma situação não muito confortável nesse inicio de primeiro round e indo até o fim da etapa com quase total domínio; no inicio do segundo round Modaferri aplicou um direto de direita que causou um Knockdown conseguindo dominar no chão a luta novamente, numa reviravolta  Barber consegue explodir mas a Modafferi está em um grande dia e toma a rédea da luta novamente amassando Barber até o fim do round; sentindo muito o joelho e com um corte na lateral da cabeça a guerreira Barber volta pro terceiro round,mas mais uma vez Modafferi cai pra cima acerta um bom direto e vai pra guarda novamente. Deu Modafferi por decisão unânime não teria outro resultado plausível.

 

Anthony Pettis X Diego Ferreira

Anthony Pettis: americano, 32 anos, 31 lutas, 22 vitórias, 9 derrotas ex campeão do UFC e WEC

Diego Ferreira: brasileiro, 35 anos, 18 lutas, 16 vitórias 2 derrotas foi campeão do Legacy

Um começo de primeiro round como se esperava, Pettis querendo ficar em pé e Diego querendo ir pro chão, Diego consegue umas boas quedas, leva pro chão e por pouco não finalizou de primeira, consegue abafar o Pettis na grade. Já no segundo round a intenção dos dois lutadores é a mesma, mas Diego consegue levar a luta pro chão e consegue dominar por um bom tempo com seu jiujitsu apurado e encaixa uma cervical com muita técnica e vence a luta finalizando o duríssimo Pettis.

 

Brian Kelleher X Ode Osbourne

Brian Kelleher: Americano de 33 anos, 29 lutas, 19 vitórias e 10 derrotas

Ode Osbourne: Jamaicano de 28 anos, 9 lutas, 6 vitórias, 2 derrotas e 1 no contest.

Não deu nem pro começo, com uma guilhotina com torção bem encaixada, o americano passou o carro por cima do jamaicano, vitória magistral onde o jamaicano teve de bater com os pés para desistir da luta pois não conseguia bater com as mãos. Kelleher se recupera das derrotas nas duas ultimas lutas com essa vitória por submissão, e só, as luzes se apagaram antes do final do Show para o Lutador jamaicano de 28 anos que junta mais uma derrota ao seu cartel.

 

Oleksiy Oliynyc X Maurice Greene

Oleksiy Oliynyc: Ucraniano 42 anos, 71 lutas, 57 vitórias, 13 derrotas, 1 empate

Maurice Greene: Americano 33anos, 11 lutas, 8 vitórias e 3 derrotas

Uma luta de gigantes, o representante russo é muito liso e experiente conseguiu a queda e domina a primeira parte do primeiro assalto, Greene tenta ir pro braço, mas sem sucesso. Um jiujitsu apuradíssimo do russo, deixa o americano em uma situação muito difícil no primeiro round. Começou melhor no segundo round o representante da América, mas o chão do Russo/ucraniano fala mais alto e parte pro abafa em cima do Greene, que resistiu muito, mas não teve como evitar o armlock muito técnico aplicado pelo Oleksiy Oliynyc, que junta ao seu infinito cartel mais uma vitória.

 

Holly Holm X Raquel Pennington

Holm Americana de 38 anos 17 lutas, 12 vitórias, 5 derrotas

Pennington Americana 31 anos, 17 lutas, 10 vitórias, 7 derrotas

Uma rivalidade que já dura 5 anos, Holm e Pennington prometem uma boa luta, ambas querem disputar o cinturão,e  ambas querem reconquistá-lo.

Depois de algum estudo Pennington toma a iniciativa e com alguns golpes de esquerda consegue levar Holm para grade mas o feitiço vira contra o feiticeiro e Holm se sai melhor nessa parte do primeiro round. A rivalidade foi maior que a luta em si. O jogo de grade continua no segundo assalto, com uma ligeira vantagem para a Holm, reação da Pennington que aplica joelhadas e assim se vai o segundo round. Com bons socos da Pennington o terceiro round começa difícil para Holly Holm que apela para os chutes altos e frontais e voltam para a esgrima na grade chateando o público e obrigando o arbitro a interferir e mandar o jogo começar de novo no centro do octagon, Pennington tem socos mais efetivos e no resultado dos Juízes deu Holly Holm para surpresa de boa parte do público.

 

Conor McGregor X Donald Cerrone

Conor é irlandês tem 31 anos, 25 lutas, 21 vitórias e 4 derrotas. Conor sempre se destacou como falastrão e como um desafiante duríssimo que fala e faz, apelidado de Notorious é um dos atletas mais bem pagos do mundo. Foi o primeiro lutador do UFC com títulos em duas categorias.

Donald é americano tem 50 lutas, 36 vitórias, 13 derrotas e 1 No contest. Detentor de vários records do UFC, tais como 5 lutas em um ano, 18 bônus de melhor luta 17 vitórias por finalização dentre outros.

Segundo Dana White essa luta um dia teria de acontecer.

Ladies an gentleman, this is the main event of the evenning… And Now… Chegou a hora da verdade… (Bruce Buffer)

Vamos a luta:

Um começo de luta avassalador onde Cerrone não teve tempo nem de ver quem estava batendo nele, Mcgregor deu 25 golpes, onde 21 foram efetivos, nunca tinha vista ombradas tão fortes em minha vida, o próprio Cerrone falou que as ombradas quebraram o nariz dele, deixando-o sem visão temporariamente, depois uma sucessão de socos muito bem aplicados otiraram da luta, obrigando o árbitro  Herb Dean a encerrar a luta, dando mais uma vitória por TKO ao Notório Conor McGregor. Impressionante.

Brutal!!!!!! O que mais impressionou em McGregor é que mais uma vez ele prometeu e cumpriu, desta vez com um comportamento totalmente diferente das lutas anteriores, com respeito aos seus adversários desde o momento da pesagem. Será que teremos uma nova era McGregor?

 

Da redação do Portal de Esportes.