Para Rithely, é melhor que a diretoria mantenha os pagamentos em dia do que ter medalhões no elenco

Afundado em dívidas, o Sport deve a mais de 30 credores

Publicado por: em 8 de janeiro de 2020 - 20:31

Ver Perfil

Pés no Chão

Foto: Marlon Costa / Pernambuco Press

Durante coletiva na tarde desta quarta-feira (8), no Centro de Treinamento José de Andrade Médicis, em Paulista, o volante do Sport, Rithely falou sobre a identificação dele com o clube e destacou que prefere o time bem estruturado financeiramente, mesmo que não tenham nomes famosos no elenco.

Passando por uma crise financeira, o Leão carrega uma lista de mais de 30 credores, entre técnicos e jogadores, e não é mais o mesmo desde que disputou a Série A pela última vez. “É um momento de adaptação ao cenário que está acontecendo. Os clubes que querem se reestruturar terão que fazer essa mudança. Acho que o Sport está indo da maneira certa. A primeira coisa é cumprir com as obrigações e ter os funcionários em dia. O pessoal que cuida do gramado, a rapaziada da cozinha, o tio da rouparia, tem que estar com eles em dia primeiro. Depois vem os atletas e comissão técnica. É melhor se organizar do que ter dois, três, quatro medalhões e não conseguir manter as contas em dia. A diretoria está com pés no chão quanto a isso, me passaram direitinho”, disse Rithely.

Por: Douglas Hacknen